A física tem um jeito de fazer o impossível virar realidade - John Titor

Bruno Ottoni: Participe do nosso grupo no Facebook clicando aqui.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

O Buraco de Minhoca



Em física, um buraco de verme ou buraco de minhoca é uma característica topológica hipotética do continuum espaço-tempo, a qual é, em essência, um "atalho" através do espaço e do tempo. Um buraco de verme possui ao menos duas "bocas" conectadas a uma única "garganta" ou "tubo". Se o buraco de verme é transponível, a matéria pode "viajar" de uma boca para outra passando através da garganta. Embora não exista evidência direta da existência de buracos de verme, um contínuum espaço-temporal contendo tais entidades costuma ser considerado válido pela relatividade geral.
O termo buraco de verme (wormhole em inglês) foi criado pelo físico teórico estadunidense John Wheeler em 1957. Todavia, a ideia dos buracos de verme já havia sido proposta em 1921 pelo matemático alemão Hermann Weyl em conexão com sua análise da massa em termos da energia do campo eletro magnético.



Resumindo: O Buraco de Minhoca é tipo um ''atalho'' que encontramos no espaço que daria possibilidade de viajar no tempo, Para isso é necessário uma tecnologia bem avançada, para criar um buraco de minhoca e deixa lo instável, John Titor também nas suas Postagens nos fóruns afirmou essa teoria do buraco de minhoca.
Além disso que ele postou um mapa completo do ''Buraco de Minhoca'' então sabemos que sem dúvida John Titor usava um desses métodos de viajar no tempo pelo buraco de minhoca.

Mapa Postado Por John Titor, Mostrando detalhadamente um Buraco de Minhoca





Veja também, estou passando para vocês um video de Físicos explicando detalhadamente como funciona o Buraco de Minhoca !, vendo o video você vai compreender melhor como ele funciona !

Vídeo disponível apenas em Português BR:




John Titor World !


Um comentário:

  1. arranjar um Buraco de Minhoca...isso é praticamente impossível até mesmo para uma civilização milhões de anos a nossa frente .Onde poderia os cientistas envolvidos na G.E. C-204 obter um buraco de minhoca estável que pudesse permitir a entrada de um Corvett,um buraco de minhoca se colapsa ao ser ser penetrado até mesmo por um simples fóton.A energia necessária para criar um buraco de minhoca suficientemente grande e estável para lá caber uma nave espacial e para mover uma das suas extremidades a grandes velocidades é várias ordens de grandeza maior que a energia que o Sol produz ao longo da sua vida.
    E a matéria necessária para criar um buraco de minhoca pode nem existir. Um buraco de minhoca teria que ser construído com uma substância conhecida por matéria exótica, ou matéria negativa, cuja existência ainda não foi comprovada.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...